Núcleo de Estudos para a Paz e os Direitos Humanos (NEP)

Ferramentas
Tipografia
HISTÓRICO DO NÚCLEO DE ESTUDOS PARA A PAZ E OS DIREITOS HUMANOS
Criado em 1º de dezembro de 1986, o Núcleo de Estudos para a Paz e os Direitos Humanos –NEP é uma unidade acadêmica vinculada ao CEAM – Centro de Estudos Avançados Multidisciplinares.
 
Concebido sob a perspectiva interdisciplinar, a organização do NEP teve como objetivo criar condições para a reunião de pesquisadores, orientados por novas formas multidisciplinares de ensino e de pesquisa, com o estabelecimento de relações recíprocas, entre a sociedade, suas instituições e a própria universidade.
 
NEP 300x190A partir desta concepção é possível destacar duas das principais motivações para a institucionalização do NEP. A primeira decorrente da eleição, naquele ano de 1986, do reitor Cristovam Buarque para a Presidência do Conselho da Universidade para a Paz, das Nações Unidas, com sede em San José, Costa Rica, a partir do que se criaram as condições para a celebração de um protocolo de intenções para o desenvolvimento de um programa comum entre aquela universidade e a UnB. O protocolo, assinado na cidade de Yxtapa (México), teve como testemunha o escritor colombiano Prêmio de Literatura Gabriel Garcia Marques.
 
A segunda motivação vem da atuação na UnB, notadamente na Faculdade de Direito, de um grupo crítico formado em torno à Nova Escola Jurídica Brasileira (NAIR). Este grupo, que havia trabalhado sob orientação do professor Roberto Lyra Filho na Revista Direito & Avesso, tendo à frente o professor José Geraldo de Sousa Junior desenhou o NEP como um organismo voltado para a prática jurídica pensada enquanto estratégia de legítima organização social da liberdade, tendo os direitos humanos como referencial para o reconhecimento do Direito socialmente construído. A criação do NEP permitiu a abertura de um espaço de interlocução acadêmica a partir do qual diferentes projetos têm sido desenvolvidos.
 
LINHAS DE ESTUDOS, PESQUISAS E DISCIPLINAS
A atuação consolidada do NEP levou à especificação de quatro linhas principais de estudos e pesquisa:
 
- educação em direitos humanos pautada em perspectiva emancipatória, tendo como referência a cidadania ativa e a construção de uma cultura de paz. 
 
- o direito achado na rua, cuja referencia principal é o curso de extensão a distância, com o mesmo título, atualmente configurando uma série editorial (Série O Direito Achado na Rua), com quatro volumes já publicados e várias re-edições: vol. 1, 1987, Introdução Crítica ao Direito; vol. 2, 1993, Introdução Crítica ao Direito do Trabalho; vol. 3, 2003, Introdução Crítica ao Direito Agrário; e vol. 4, 2009, Introdução Crítica ao Direito à Saúde.
 
- direitos humanos e cidadania, compreende um conjunto de atividades, eventos acadêmicos e intervenções, entre os quais se destaca a institucionalização na UnB, da disciplina de graduação Direitos Humanos e Cidadania.
 
- democracia participativa, justiça e cidadania que abrange o debate contemporâneo sobre democracia, como processo de criação contínua de novos direitos, somente possível, sob esta perspectiva, pela participação dos/as cidadãos/ãs; e o acesso à justiça em uma concepção que, para além do nível formal, reconhece como válidas e viáveis as práticas dos movimentos sociais e das redes existentes no país.
 
OBJETIVOS DO NEP
1. Desenvolver pesquisa capaz de produzir conhecimento novo sobre direitos humanos, democracia participativa, justiça, cidadania e movimentos sociais e redes, reunindo investigadores de diferentes campos científicos num esforço interdisciplinar e multidisciplinar.
 
2. Manter programa permanente de ensino e pesquisa ao nível da graduação e pós-graduação, além de projetos de extensão junto à comunidade;
 
3. Divulgar os conhecimentos sobre direitos humanos, democracia participativa, justiça, cidadania e movimentos sociais e redes, mediante publicações de resultados de pesquisas do próprio NEP e de centros congêneres, seminários, cursos, conferências, colóquios e outros eventos;
 
4. Efetuar intercâmbios com centros de pesquisa nacionais e internacionais.
 
QUEM PARTICIPA DO NEP
Professores/as, pesquisadores/as, gestores/as públicos, especialistas, alunos/as de graduação e pós-graduação.
 
COORDENAÇÃO DO NEP
Coordenadora: Nair Heloisa Bicalho de Sousa
Vice-coordenadora: Maria Salete Kern Machado
 
MEMBROS DO NEP
José Geraldo de Sousa Junior
Nair Heloisa Bicalho de Sousa
Roberto Ramos de Aguiar
Alexandre Bernardino Costa
Maria Salete Kern Machado
Cléria Botelho Costa
Márcia Melo Martins Kuyumjian
Alayde Avelar Freire Sant’Anna
Cristiano Paixão
Regina Lúcia Sucupira Pedroza
Carolina Tokarsky
Adriana Andrade Miranda
Fabiana Gorenstein
José Eduardo Elias Romão
Soraia da Rosa Mendes
Eneida Dultra
Judith Karine Cavalcanti Santos
Marilson dos Santos Santana
Sara da Nova Quadros Côrtes
Patricia dos Reis Paiva
Flávia Tavares Beleza
 

FUNCIONAMENTO

De segunda a sexta-feira, das 9h às 12h e das 14h às 17h.
Local: Edifício Multiuso 1, Bloco A, Sala 49/7, Térreo (em frente ao BRB).
 
 

CONTATO

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Telefone: (61) 3307-2219